• Publicado em: Blog

O glaucoma é uma doença silenciosa que é causadora de 15% dos casos de cegueira no mundo, perdendo somente para a catarata - 40% dos casos. Segundo a OMS, cerca de 1 milhão de brasileiros já foram diagnosticadas com a doença.

Diferente da catarata, que é reversível, o glaucoma é consequência de deficiência na drenagem do humor aquoso (líquido transparente produzido pelo corpo ciliar e localizado entre a córnea e o cristalino, que pode causar aumento da pressão ocular. Sem tratamento, esta lesão compromete as funções do nervo, o principal responsável por levar as informações visuais até o cérebro, podendo ser irreversível.

Pessoas com antecedentes de glaucoma na família, com mais de 40 anos, afrodescendentes ou asiáticos e diabéticos fazem parte do grupo de risco. Assim, aqueles que se encaixam em uma ou mais categorias devem realizar exames preventivos com maior frequência. O público feminino também deve se preocupar, afinal, 60% dos pacientes com glaucoma no mundo, são mulheres.

Por isso, no Dia Nacional do Combate ao Glaucoma, o CBV Hospital de Olhos deixa o alerta: a consulta com o oftalmologista anual é essencial para o diagnóstico desta doença ocular. Somente este profissional poderá detectar a doença e analisar a pressão ocular, já que, na maioria dos casos, os pacientes não têm sintomas e quando procuram, em fase avançada, já estão com perda do campo visual ou com cegueira total. Previna-se!