Mito ou verdade:
Ler em movimento descola a retina?

É comum encontrar pessoas que afirmam que ler em movimento ocasiona o descolamento de retina. Porém, hoje viemos desvendar esse mistério e te explicar que na verdade essa informação é um mito.

No entanto, isso não significa que essa prática é recomendada. Ler enquanto viaja em um veículo pode causar fadiga ocular. Quando os olhos não estão estáveis o suficiente para ler, eles devem compensar o movimento do veículo para focar a imagem, o que pode levar à fadiga, dores de cabeça e oculares. Além desses sintomas, saiba que ainda pode ter problemas com tonturas e náuseas. Isso ocorre porque, lendo em movimento, você está enviando mensagens
conflitantes ao seu sistema nervoso. De um ponto de vista central, o cérebro decodifica a imagem com um ponto fixo como referência, mas a visão periférica capta a paisagem ao seu lado e informa que você está se movendo. Seu cérebro e sua visão estão dizendo ao seu corpo coisas diferentes e é isso que causa essa náusea.

O que pode ser feito para evitar que isso aconteça é inserir pausas na leitura para olhar para cima, que pode ser a cada página finalizada. Isso ajudará seu corpo a recuperar a sensação de que sabe que você está se movendo, tornando mais fácil evitar a tontura. Também é importante ter uma boa iluminação ao redor para reduzir
o risco de fadiga ocular. Se o veículo em que você está trafegando tem pouca iluminação e não é possível utilizar outros dispositivos (como lanternas e luzes auxiliares), recomenda-se deixar a leitura para depois e evitar uma dor de cabeça, que, inclusive, será no sentido literal.